Por que existe mal no mundo?



Conhece a história de Santo Antão?

Ele viveu 19 anos numa caverna, dormindo no chão, comendo só pão e água, lutando contra os demônios e, pra piorar, sem internet.

Até que, depois desses 19 anos, Deus abriu o teto da caverna e disse:

— “Antão, você é grande.”

Santo Antão, sem pestanejar, aproveitou e perguntou:

— “Ó, meu Deus. Tenho só uma pergunta: Por que é que os justos sofrem e os injustos prosperam?”

Ao que Ele respondeu:

— “Antão, Eu sou Deus. O destino dos justos e injustos é Meu trabalho. Você é só Antão, e cuidar da sua alma é o seu trabalho. Eu cuido do Meu, você cuida do seu.”
 

Como disse o Gugu:
 

=====
MORAL DA HISTÓRIA:

Você pode passar 19 evitando Deus com a desculpa de que você não entende o mal do mundo. Ele não vai responder pra você.

Ou você pode passar 19 anos tentando se aproximar de Deus pra ouvir essa mesma resposta da boca dEle. Pelo menos você vai conhecer Ele.

Você não vai saber do mal no mundo, mas você vai conhecer Ele.
=====
 

A pergunta sobre o mal não leva ninguém à santidade e à vida mística.

Só essas perguntas levam:

Por que há beleza no mundo?
Por que há bem no mundo?
Por que há verdade no mundo?

Para entender qualquer coisa, é preciso que essa coisa tenha uma ordem.

Mas o mal não tem ordem, só o bem tem.

O mal é caótico.

E o caos não pode ser entendido.

O que você deve fazer é se perguntar:

“De onde vem a beleza, a bondade e a verdade?”

Esse é o “segredo” que o Gugu ensina e explica na aula “A Tradição Mística no Catolicismo e no Protestantismo”.

É nessa aula que o Gugu explica porque as pessoas que focam na pergunta “por que existe mal no mundo” acabam indo pro inferno, mesmo sem desejar.

Pra acessar, é só assinar:

http://www.icls.com.br/assinatura

Meydjer Windmüller